quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Intimidade com Deus

Enquanto nos limitarmos a relacionar com alguém apenas por aquilo que ouvimos ou lermos acerca dessa pessoa, nunca teremos com ela alguma intimidade e calor humano. Além disso, ela não passará para nós de uma pessoa distante conhecida, jamais será chamada de amiga. Enquanto não a abraçarmos, falarmos olhos nos olhos, partilharmos com ela a nossa vida, jamais será alguém considerada família, alguém importante para nós. Não é verdade?
Infelizmente muitos de nós, ainda temos uma relação com Jesus, como uma pessoa distante. Até sabemos muitas coisas acerca Dele mas no nosso coração Ele ainda não conseguiu nenhuma intimidade verdadeira, aquele calor humano que nos faz buscá-Lo em todas as circunstâncias...

Algumas vezes cheguei a dizer no grupo de jovens "Como se devem relacionar com Jesus? Como fazem os namorados? Não olham "olhos nos olhos" e o mundo parou. Nada mais interessa...Não buscam agradar o outro, partilhar a  sua vida? Muitas vezes até fazem coisas que não gostam para agradar o outro, não é verdade?....Se vocês não se apaixonarem por Jesus verdadeiramente, jamais verão milagres na vossa vida e a palavra de Deus nunca será importante, nem a entenderão..."

Precisamos de nos apaixonar por Jesus e  o mais belo de tudo isto é que se estivermos verdadeiramente e sinceramente enamorados por Ele, isto é, se o nosso coração e pensamento está voltado para Ele dia e noite, no trabalho, na família, na alegria e na tristeza, ele vem mesmo ao nosso encontro, fala connosco (fala mesmo!) , transforma a nossa vida e nos envia a anunciar aos outros tudo aquilo que Ele nos mostra. Ele faz-nos sentir um prazer que não é deste mundo, uma alegria que não depende de nada que nos acontece...

Deixem de ocupar a vossa mente com aquilo que passa na televisão, com as estatísticas mundiais, com pensamentos de medo, de doença, de desanimo... Entreguem tudo nas mãos de Maria e digam: " Mãe toma conta das minhas dificuldades, fragilidades e eu tomo conta de fazer tudo aquilo que Jesus me pede... Ajuda-me Mãe a me apaixonar por Jesus"

Quem se apaixona visita a pessoa amada. Visitem Jesus no santíssimo sacramento da igreja mais próxima. Este encontro é tão essencial, que sem ele não se estabelece a intimidade necessária para o recebermos dignamente na santa eucaristia. Este encontro cria a verdadeira intimidade, própria de namorados. Abram o vosso coração, mostrem-Lhe as vossas feridas...

Leiam a Bíblia... à semelhança dos namorados que escrevem cartas de amor. Jesus tem cartas de amor escritas na Bíblia, que nos guiam e nos mostram o caminho.

O princípio da intimidade entre namorados é o mesmo princípio da intimidade com Deus: visitar a pessoa amada e escutar o que ela nos quer dizer ou mostrar, isto é, visitar Jesus no santíssimo sacramento e ler a Bíblia.

4 comentários:

  1. Que verdade tão simples e tão profunda, Rute! Conhecer a Palavra de Jesus, conhecer o seu olhar de amor... Escutá-lo e olhá-lo! Só isso basta para crescer na fé! Não há encontro mais belo que o encontro com Jesus na Eucaristia, nem livro mais belo do que a Bíblia! Obrigada pela partilha! Bjs Teresa

    ResponderEliminar
  2. " Ele faz-nos sentir... uma alegria que não depende de nada que nos acontece" , desde que estou mais próxima de Jesus já me aconteceu diversas vezes no meio de vários problemas manter-me serena, feliz. Obrigada pelo ótimo texto!

    ResponderEliminar
  3. Que texto lindo! :) Que óptimo incentivo Rute!!
    Este texto devia ser como aqueles que se tornam "virais" por todo o facebook, emails e afins! ;)
    Belíssimo!

    ResponderEliminar
  4. Lindo, mesmo! Uma verdade exposta com simplicidade e clareza. Obrigada!

    ResponderEliminar