segunda-feira, 1 de junho de 2015

O nosso terceiro encontro de Famílias em Proença-a-nova/Famílias de Caná

Que alegria! Os nossos corações se encheram de alegria por estarmos mais uma vez juntos em família! Estarmos juntos enche-nos as baterias da fé, dos sonhos e da alegria! As crianças já sabem algumas músicas e são as primeiras a quererem estar presentes.

As fotos são escassas pois ainda somos poucos e todos os momentos são bem aproveitados no serviço...
As famílias foram chegando. O nosso momento de oração inicial é sempre cheio de alegria. Os mais pequenos sentados ou em pé no grande tapete cantaram e fizeram sozinhos os gestos das músicas. Ontem, dia dos irmãos, foi também para nós motivo para refletirmos com os mais pequenos que todos nós somos irmãos, uma grande família, que precisa estar atenta à necessidades uns dos outros e caminhar junta. Juntos rezámos o Shemá, e refletimos o que precisamos fazer na nossa vida para sermos felizes.

O Serge ficou com os mais pequenos, ao meditarmos na 2º bilha sobre a vida sacramental, eles  ouviram a história da última ceia, momento no qual o Senhor instituía a Eucaristia, o Sacramento do Amor, no qual o próprio Jesus se fez alimento para nós até ao fim dos tempos. A proposta do trabalho com as crianças é que elas também façam uma caminhada na fé em grupo e que aos poucos construam o seu canto de oração lá em casa com os trabalhinhos que realizam. 
 O cálice e a hóstia serão um simbolo forte de entrega a Jesus que ficará no seu canto de oração.
A hóstia é um círculo de papel dobrado ao meio e dentro leva uma oração que cada um escreveu a Jesus.




Entre nós a partilha foi grande e porque tivemos a graça de uma família nova connosco recordámos as seis bilhas e falámos da necessidade de irmos beber à fonte da Igreja, aos sacramentos. Houve muita partilha pessoal e a certeza, como a Patrícia disse : " Somos as pioneiras para fazer a diferença no mundo. A Igreja somos nós". 
O nosso lanche é sempre muito bem partilhado e cheio de sorrisos.


Depois do lanche, fomos para a capela e junto do Santíssimo fizemos o nosso momento de oração familiar, como acontece em nossa casa. Todos cantaram, participaram e agradeceram. Afinal, rezar em família não é assim tão estranho, complicado e demorado, pois não?


O dia estava quente e as crianças queriam passear e ver os animais. E lá fomos nós contemplar a beleza da criação!






Os amigos já são muitos e a Clarinha tinha o coração muito, muito feliz!

2 comentários:

  1. Fantástico
    Parabéns

    Família Lopes Palma

    ResponderEliminar
  2. Ola Rute e Serge
    Parece-me que foi um belo dia!
    Obrigada pela partilha.
    Um abraço

    ResponderEliminar